Sarasul divulga balanço dos atendimentos realizados em 2021

Criciúma (SC)

A Região Carbonífera concentrou 45% dos 121 atendimentos realizados pelo Sarasul em 2021. Este é o balanço divulgado pelo Sarasul, em relação às ocorrências aeromédicas atendidas desde 1º de janeiro de 2021.

Em janeiro, foram 21 ocorrências, das quais seis foram na região da Amurel e nove na Alesc. Na Amrec, os casos foram atendidos em Balneário Rincão, Criciúma, Morro da Fumaça, Orleans, Siderópolis.

Em fevereiro, a maior parte dos atendimentos, 53% foram na Amesc: oito ocorrências. Na Amurel foram três casos, enquanto na Amrec, foram quatro ocorrências, em Cocal do Sul, Criciúma, Içara e Morro da Fumaça.

Dos 23 atendimentos de março, 12, ou 52%, foram na Amrec. Desse total, houve cinco casos em Criciúma, três em Içara, além de Balneário Ricão, Morro da Fumaça, Nova Veneza e Treviso, onde a equipe atendeu uma ocorrência em cada município. No mesmo mês, foram seis atendimentos na Amurel e cinco na Amesc.

Em abril, foram cinco ocorrências em Nova Venza, três em Criciúma, duas em Içara, duas em Urussanga e uma em Balneário Rincão. Também houve cinco atendimentos na Amurel e quatro na Amesc.

No mês de maio, a aeronave da Polícia Civil, tripulada pelos policiais do Saer e profissionais de Saúde do Sarasul, foi mobilizada para cinco ocorrências em Criciúma e uma em Urussanga. Além disso, houve sete atendimentos na Amurel e um na Amesc.

Em junho, os acionamentos na Amrec corresponderam a 67% do total. Foram três casos em Criciúma, dois em Morro da Fumaça, dois em Siderópolis, um em Balneário Rincão, um em Içara e um em Treviso. Houve ainda duas ocorrências na Amurel e três na Amesc.

Em julho, até o momento, foram 10 atendimentos. Destes, cinco foram registrados na Região Carbonífera, nos municípios de Cocal do Sul, Criciúma, Içara, Lauro Müller e Nova Veneza. A aeronave também foi acionada para quatro casos na Amurel e um na Amesc.

Arte: Divulgação/Sarasul.

Leia também