Criciúma Vacina: campanha será neste fim de semana

Criciúma (SC)

Aumentar as ofertas de vacina para diversos públicos-alvo e contribuir na elevação da cobertura vacinal no município são os objetivos da Campanha Criciúma Vacina, que ocorrerá neste fim de semana. A campanha será realizada pela Secretaria Municipal de Saúde e serão disponibilizadas vacinas nos três parques da cidade: Parque Prefeito Altair Guidi, Parque das Nações Cincinato Naspolini e no Parque dos Imigrantes.

Segundo o secretário de Saúde de Criciúma, Arleu da Silveira, durante muito tempo o Brasil foi um modelo em relação a organização e execução de campanhas de vacinação. “Então, essas campanhas de imunização que são realizadas foram responsáveis pelo controle e erradicação de doenças graves no Brasil e no mundo, porque a forma mais fácil, segura e eficaz de se proteger contra doenças é com a prática da vacinação”, destacou.

De acordo com o gerente de Vigilância em Saúde, Samuel Bucco, a campanha durante o sábado (25) será das 13h às 17h e no domingo (26) será das 10h às 17h. Sendo oferecidas todas as vacinas que integram o Programa Nacional de Imunização, tanto aquelas ofertadas em campanhas quanto as que fazem parte do esquema de rotina de toda a população.

“Todos poderão se vacinar nesse final de semana, sejam crianças, adolescentes, adultos ou idosos. Porém, para as pessoas se imunizarem é de extrema importância levarem um documento de identificação pessoal e a carteirinha de vacinação, principalmente, para os pais que levarão os filhos se vacinarem no dia. Além disso, durante a ação também já será liberada a quarta dose da Covid-19 para as pessoas acima de 40 anos”, explicou.

Presença de entidades

Ainda, além da campanha de vacinação, várias entidades também participarão oferecendo seus serviços para a população durante o evento. “Algumas das entidades que estarão presente serão a Afasc, Secretaria de Educação, Núcleo de Bem-Estar Animal, forças policiais, Defesa Civil, Cruz Vermelha, Assistência Social com o Caminhão Amigo e a Rotary e Lions com a campanha do agasalho”, ressalta o gerente de Vigilância em Saúde.

Leia também