Com 381 novos empregos gerados, construção civil mantém desempenho equilibrado em 2022

Criciúma (SC)

Importante pilar da economia, a construção civil contabiliza a geração de 381 novos postos de trabalho com carteira assinada, entre janeiro e outubro deste ano, na Região Carbonífera, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), disponibilizado pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

O estoque de empregos formais no setor, na soma dos 12 municípios que compõem a região, chega a 7.153, o equivalente a 4,80% do total de 148.999. O número de vagas formais ocupadas é de 2.945 na construção de edifícios, 2.141 em obras de infraestrutura e 2.067 em serviços especializados para construção.

Continua após o anúncio
BANNER PORTAL MAIS SUL (1)
Mais Sul - 795 x 205 px
Coopercocal-795x205
COOPERALIANÇA-CAMPANHA-CHATBOT-BANNER-SITE- (3) - 795x205
Fim do anúncio

Na região Sul, conforme dados do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Sul Catarinense (Sinduscon), o número de colaboradores com carteira assinada chega a 7.731. Somente em Criciúma, são 3.759 empregados, seguido de Içara e Turvo, respectivamente com 1.016 e 510 trabalhadores.

“O ano de 2022 foi de equilíbrio para o setor da construção civil, reflexo do volume que movimentou 2021 em unidades e faturamento, que por sua vez veio em função do desabastecimento ocorrido no pós-pandemia”, destaca o presidente do Sinduscon, Mauro Sônego.

“A construção civil sempre foi e sempre será um investimento muito seguro. Independente das políticas econômicas, temos nichos de mercado que não se alteram tanto, que continuam sendo bons para investimentos.  Para o próximo ano, levamos em consideração que o setor responde positivamente na recuperação da economia, o que deve ser considerado quando da concepção das políticas públicas”, acrescenta.   

Cenário nacional

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) elevou de 3,5% para 6% a projeção de crescimento do setor em 2022. O número integra o estudo “Desempenho Econômico da Indústria da Construção – terceiro trimestre de 2022”, divulgado pela entidade no início do mês de novembro, em correalização com o Senai Nacional.

Apresentação

Atuando no setor desde 1986, a Construtora Fontana emprega mais de 650 pessoas, entre colaboradores diretos e indiretos. Com um histórico de mais de 1 milhão de metros quadrados construídos, a empresa tem 155 obras entregues até o momento, 17 em andamento e previsão de lançar 13 empreendimentos em 2023.

Esses e outros números relacionados à construtora foram apresentados à diretoria da Associação Empresarial de Criciúma (Acic) por Érico Bez Fontana, gerente comercial da empresa e também diretor da entidade empresarial. Em 2022, a Fontana celebra 36 anos de atividade, premiada e consolidada no mercado, com presença em diversas regiões do Estado, dispondo de imóveis para diferentes públicos.

“Mais um passo importante em 2022 foi a criação de uma nova marca, a Construtora LEV, entendendo a pluralidade do nosso mercado. A LEV vem trazer mais leveza e facilidade para quem deseja comprar ou investir em imóveis, oportunizando empreendimentos bem projetados, com diferenciais únicos e com bom custo benefício. O primeiro empreendimento é o Residencial Recanto do Lago, na Avenida Luiz Lazzarin”, detalha Érico.

“Desde a fundação da empresa, o propósito da Fontana sempre foi entregar projetos diferenciados aos clientes, que atendam às suas expectativas e desejos, por meio de uma obra de qualidade, com tecnologia e inovação, gerando valor tanto para os clientes, quanto para a sociedade”, acrescenta.


Quer ficar bem informado? Clique aqui e participe do nosso grupo do WhatsApp.


 

Leia também