Empreendedores negros expõem na Piazza Nova Belluno, em Siderópolis

Siderópolis (SC)

Foram 21 expositores que participaram na primeira feira de exposição dos Empreendedores Negros que aconteceu na manhã de sábado (18/11) na Piazza Nova Belluno, no Centro de Siderópolis. A atividade faz parte da programação da Semana da Consciência Negra, que teve sua abertura na sexta-feira no mesmo local, na Piazza, com apresentações culturais das escolas e show com “Bora ai”.

Apesar da chuva da manhã de sábado, foram muitos os que estiveram na Praça Coberta prestigiando os expositores que foram mostrar e oferecer seus produtos e serviço. Pessoas como a empreendedora e trancista, Merele Luiza Machado Hilario, de 37 anos, e que a três anos resolveu apostar, mas que a necessidade apareceu um ano antes de empreender, para atender a filha, Maria Eduarda. “Comecei a trançar por conta da minha filha, que tinha 18 anos na época. Ela queria, porque queria e não conhecia ninguém. E eu nem sabia. Fui pesquisar e vi que também não teria condição financeira. Comecei a pesquisar na internet, comprei os materiais e comecei a trançar. As amigas dela começaram a gostar, começaram a pedir, me descobri através das tranças. Dali só fluiu”, relata Merele.

Continua após o anúncio
Prefeitura de Icara - Nao De Esmola - Banner 795x205px
BANNER PORTAL MAIS SUL (1)
P1_B2
Banner 795x205 - Portal Mais Sul - Coopercocal - Natal
Banners-WEB795x205px
COOPERALIANÇA-CAMPANHA-CHATBOT-BANNER-SITE- (3) - 795x205
Fim do anúncio

A “especialista em penteados e tranças”, como assim mesmo se define pela no bio do Instagram (@trancas.porlely), tem três filhos. Maria Eduarda, hoje com 21 anos, um de 16 e outro com cinco anos. Hoje, muitos clientes que vêm até Merele em Siderópolis, são de fora da cidade, chegando a receber pessoas de São Paulo e Brasília para serem atendidas. “Trançar é um dom. É uma força que vem dos nossos antepassados, é algo bem profundo. A gente até se emociona em falar, mas transformador”, define.

20 de novembro

A Semana da Consciência Negra, é em alusão ao dia 20 de novembro, segunda-feira (20/11), em que Siderópolis será realizada uma sessão solene aos Empreendedores. Sobre a Feira, Merele disse que não conhecia muitos empreendedores. “É muito gratificante participar e só tenho a agradecer esse ao prefeito (Franqui Salvaro) que deu essa oportunidade para gente.

Sobre a data, Merele afirma que é marcante e significativa. “É especial. As pessoas ouvem, te dão a fala, e a gente tem que demonstrar todos os nossos sentimentos”, comentou.

Uma das organizados do evento, a primeira mulher negra a ocupar o cargo de chefe de gabinete na prefeitura de Siderópolis, Ivana Geórgia Martins, lembra que o objetivo do dia 20 de novembro é para lembrar das injustiças que o povo negro ainda sofre. “É uma data para lembrar a população brasileira que o povo preto ainda está aqui. Que ainda está sendo injustiçado e que ainda não possui as mesmas oportunidades que as demais pessoas. Que ainda sofremos preconceito diariamente, e que sofremos racismo em pleno 2023 e que por isso ainda continua lutando, diariamente, por igualdade”, comenta Ivana.

O dia da Consciência Negra, é uma data em homenagem a morte de Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares, referência ao povo negro. “O dia da Consciência Negra tem o intuito de contar a história do povo negro e lembrar as pessoas que ainda existimos e resistimos”, comenta Ivana.

A programação da Semana da Consciência Negra de Siderópolis segue nesta segunda-feira e vai até o dia 26.

20/11- Sessão Solene Câmara de Vereadores

-19h: Homenagem aos Empreendedores Negros de Siderópolis, autora Elaine Barreiros dos Santos

21/11 – Capacitação para os professores das redes Municipal estadual e particulares

O encontro será na Escola de Educação Básica José do Patrocínio (durante o dia). Palestrantes convidadas, professora Normélia Ondina Lalau de Farias e Professor Douglas Vaz Franco Santana

26/11- Missa Afro

-19h- Igreja Santa Bárbara, no Rio Fiorita

Leia também