Prefeitura de Criciúma intensifica ações após fortes chuvas

Criciúma (SC)

O Governo de Criciúma, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana e da Defesa Civil, intensificou as ações de reparos após as chuvas que atingiram a região carbonífera nesta terça-feira (16). Na manhã desta quarta-feira (17), as equipes da prefeitura iniciaram os trabalhos de limpeza de vias municipais e de corte de árvores que caíram devido aos fortes ventos. “Nossas equipes encontraram bastante lixo e, inclusive, um colchão obstruindo uma boca de lobo no bairro Comerciário, que bloqueou a passagem da água, provocando alagamentos. Pedimos, sempre, para que os moradores joguem o lixo no lixo”, conta o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.

De acordo com dados da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) e do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram), por volta das 21h desta terça-feira, a cidade registrou, em aproximadamente 20 minutos, cerca de 60 milímetros de chuva. “O sistema de drenagem urbana de Criciúma comporta até 30 milímetros de chuva por hora. Registramos um volume excessivo de chuva em poucos minutos, o que ocasionou alagamentos em ruas”, explica o diretor da Defesa Civil de Criciúma, Fred Gomes. Até o início da manhã, Criciúma registrou o acumulado de 85 milímetros de chuva.

Continua após o anúncio
BANNER PORTAL MAIS SUL (1)
Mais Sul - 795 x 205 px
Banner 795x205 - Portal Mais Sul - Coopercocal
COOPERALIANÇA-CAMPANHA-CHATBOT-BANNER-SITE- (3) - 795x205
Fim do anúncio

A Defesa Civil de Criciúma atendeu aproximadamente 10 ocorrências, entre ruas alagadas, movimentos de massa e quedas de árvores. Na Praça Nereu Ramos, no Centro, as equipes atuaram na remoção de uma árvore caída.

Limpeza e manutenção constante

Conforme o secretário municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Tita Belloli, a prefeitura realiza, com frequência, a limpeza e a retirada de entulhos de ruas, rios e córregos, em diversas regiões da cidade. O serviço é necessário para desobstruir o sistema de drenagem, melhorar o escoamento de águas pluviais e evitar alagamentos. “Esse tipo de manutenção é realizada mensalmente, mas, em épocas de fortes chuvas, intensificamos a limpeza e a desobstrução das galerias de rede pluvial, canaletas e de bocas de lobo”, destaca.

O secretário alerta, ainda, para a quantidade de lixo e entulhos, como plásticos, garrafas, entre outros materiais, descartados de forma incorreta em vias, provocando o entupimento do sistema pluvial. “Realizamos trabalhos preventivos nos bairros, desobstruindo bueiros para melhorar o escoamento nos canais de drenagem, o desassoreamento de rios, além do Canal Auxiliar, que é uma obra importante para prevenir as cheias. No entanto, se a comunidade não colaborar, continuaremos a ter problemas”, finaliza.

Leia também