Sustentabilidade e compliance compõem núcleo empresarial na Acic

Criciúma (SC)

O Núcleo de Meio Ambiente da Associação Empresarial de Criciúma (Acic) tem nova denominação – Núcleo de Sustentabilidade e Compliance. O principal motivo para a mudança é ampliar o alcance do grupo, formado por profissionais e empresas.

“A maioria dos nucleados estão alinhados aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e ao ESG (governança ambiental, social e corporativa). Diante disso, decidimos mudar, ampliando a temática e também para auxiliar as empresas nos assuntos que estão sendo discutidos”, explica a coordenadora do Núcleo, Regina Freitas Fernandes.

Continua após o anúncio
BANNER PORTAL MAIS SUL (1)
Mais Sul - 795 x 205 px
Banner 795x205 - Portal Mais Sul - Coopercocal
COOPERALIANÇA-CAMPANHA-CHATBOT-BANNER-SITE- (3) - 795x205
Fim do anúncio

Ela comenta que as alterações no nome e no objetivo do Núcleo ocorreram após pesquisa, para verificar como a sustentabilidade e o compliance vêm sendo trabalhados em outras associações empresariais do Estado. Na Acic, há correlação ainda com o Núcleo de Privacidade e Proteção de Dados.

Ações

A coordenadora acrescenta que, para este ano, está prevista a realização de eventos e debates abordando esse tema, auxiliando as empresas em suas atividades. “Com isso, pretendemos agregar mais associados”, reforça.

Já o Selo de Melhores Práticas de Sustentabilidade Ambiental, reconhecimento a empresas da região Sul catarinense que promovem iniciativas voltadas à preservação ambiental e à responsabilidade social, deve adotar novo formato a partir de 2025. Na última edição, realizada em 2023, 29 empresas receberam o selo, com validade para dois anos.  

Podem participar do Núcleo de Sustentabilidade e Compliance pessoas físicas e jurídicas que estejam em atividades profissionais correlacionadas à área do meio ambiente e afins, de qualquer setor e porte. Entre os critérios para admissão dos nucleados está ser associado à Acic.


Quer ficar bem informado? Clique aqui e participe do nosso grupo do WhatsApp.


 

Leia também