Dois novos laboratórios fortalecem Programa Unesc Labs 

Criciúma (SC)

Duas novas unidades do Unesc Labs, programa de inovação, tecnologia e desenvolvimento profissional foram entregues de forma oficial pela Universidade, na tarde desta segunda-feira (10). Os laboratórios agora integrantes do ecossistema criado pelo projeto pertencem à Simples Dental, uma das maiores empresas de softwares de gestão para consultórios odontológicos da América Latina, e ao Centro de Inteligência Tecnológica e Operacional da Unesc (CITO). 

Os dois espaços dentro da universidade contam com a atuação de cinco acadêmicos cada, com o propósito de desenvolver, com o apoio de professores orientadores, projetos inovadores para as empresas detentoras. Agora o Unesc Labs possui uma rede de sete empresas (Agpr5, Deps, OAIS_Piql, Procer, Simples Dental, Useall e Unesc ), após dois anos de existência. “Esse projeto se conecta ao nosso compromisso institucional de entregar soluções para o desenvolvimento da sociedade. Os laboratórios são benéficos e promovem oportunidades para todas as pontas – estudantes, Universidade e empresas, em um modelo muito utilizado por instituições do exterior que estamos aplicando com muito êxito aqui”, comentou a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta.

Continua após o anúncio
BANNER PORTAL MAIS SUL (1)
Mais Sul - 795 x 205 px
Banner 795x205 - Portal Mais Sul - Coopercocal
COOPERALIANÇA-CAMPANHA-CHATBOT-BANNER-SITE- (3) - 795x205
Fim do anúncio

Conexão empresas/academia 

A consolidação de um laboratório da Simples Dental na Unesc materializa um antigo sonho do fundador e CFO da healthtech, Gélio Júnior, que há 14 anos habitava as mesmas salas e corredores enquanto acadêmico de Ciências da Computação. “Sempre acreditei muito na importância, na necessidade e nos benefícios de aproximar a academia com o setor privado. Desde os tempos de estudante percebia essas oportunidades e, depois empreendendo, temos vários desafios que podem ser solucionados com o apoio do conhecimento da instituição de ensino”, afirmou.

As atividades do Simples Dental Lab dentro da Unesc começaram em fevereiro. A missão dada ao time de estudantes foi elaborar um sistema interno que facilite a visualização e a comunicação das equipes de suporte com os mais de 70 mil usuários espalhados pelo Brasil. A base da plataforma da empresa possui 40 milhões de pacientes cadastrados. “Estamos desde o início do ano estudando nossas tecnologias e fluxo de trabalho para trazer as necessidades e dar aos alunos a oportunidade de, desde o zero, darem ideias de layout, design e processos. Eles se envolveram em todas as tarefas e imergiram na nossa cultura”, conta a gerente de Tecnologia da empresa, Beatriz Máximo Vicente.

A oportunidade de envolver os estudantes em uma experimentação imersiva de aprendizado com demandas de empresas eleva a capacidade da Universidade de oferecer uma graduação alinhada às necessidades atuais, aponta a pró-reitora de Pesquisa, Pós-Graduação, Inovação e Extensão (Propiex), Gisele Coelho Lopes. “Essa aproximação empodera os estudantes e oferece a vivência do aprendizado da resolução de problemas reais, uma competência imprescindível para o presente e o futuro”, pontua.

O sentimento de estar mais preparado para o mercado de trabalho encabeça a avaliação do estudante da sétima fase do Curso de Ciências da Computação, Thiago Serafina Possamai, pela vivência no Simples Dental Lab. “É uma experiência importante para colocar a mão na massa, efetivamente. Eu entendo muito mais do mercado do que compreendia quando comecei. Aprendi linguagens de programação, design e a forma de organização de uma empresa como a Simples Dental”, frisa.

 CITO LAB: laboratório especial para desenvolvimento de soluções em tecnologia para a Unesc 

A robustez de uma instituição de educação do tamanho da Unesc demanda um suporte tecnológico complexo. Alguns projetos especiais, a partir de agora, contam com o apoio do CITO LAB – uma modalidade de Labs específico para a Universidade, desenvolvido em parceria com o  Centro de Inteligência Tecnológica e Operacional da instituição, explica o líder do Programa Unesc Labs, Paulo Priante. “A área de tecnologia é um setor importante para o desenvolvimento da educação, nossa atividade principal. Com os acadêmicos vamos desenvolver projetos inovadores e dois deles já estão na esteira, um sistema de rastreabilidade de materiais de esterilização nos cursos de saúde e uma plataforma para as bolsas do Programa Universidade Gratuita”, conta.

O modelo replicado para a realidade da Unesc também gera uma experiência formativa que mergulha os alunos na cultura da universidade, pontua o head de Tecnologia da Informação da Universidade, Fernando Ferreira. “Essa estrutura vem justamente para ajudar a tracionar e fazer com que as demandas saiam com mais velocidade, além de alinhadas com as necessidades do mercado”, conta.

Empresas interessadas em conhecer mais sobre o Unesc Labs podem entrar em contato com a Agência de Inovação da Universidade (Aditt) pelo telefone (48) 3431-2606 ou no endereço aditt@unesc.net.

Leia também