Luis Gustavo Cancellier renuncia à Prefeitura de Urussanga

Urussanga (SC)

A política de Urussanga foi movimentada, nessa segunda-feira (1º), pela confirmação da renúncia de Luis Gustavo Cancellier ao cargo de prefeito. Ele estava afastado do cargo desde o dia 16 de abril, data em que acabou preso preventivamente durante a Operação Terra Nostra.

Endereçada ao presidente da Câmara Municipal de Urussanga, Fabiano Murialdo de Bona, a carta de renúncia ao mandado, com data dessa segunda-feira, já foi entregue ao Legislativo.

Continua após o anúncio
BANNER PORTAL MAIS SUL (1)
Mais Sul - 795 x 205 px
Banner 795x205 - Portal Mais Sul - Coopercocal
COOPERALIANÇA-CAMPANHA-CHATBOT-BANNER-SITE- (3) - 795x205
Fim do anúncio

No documento, Cancellier, que está preso na Penitenciária Industrial de Joinville, destaca “um misto de dever cumprido e pesar” ao renunciar ao cargo. Ele afirma ainda que teve “a alegria e honra de ser escolhido pela população de Urussanga para governar o Município nos quadriênios 2017-2020 e 2021-2024, trabalhando com incansável dedicação e responsabilidade”.

O político enfatiza que permanece impossibilitado do exercício pleno do mandato eletivo. “Há necessidade de especial atenção à minha saúde e ao processor judicial, a fim de restabelecer a verdade e promover maior estabilidade política no Município”.

Além disso, Cancellier ressalta que a “renúncia, contudo, não revela qualquer abdicação da confiança e apoio depositados pela população de Urussanga”. Por fim, declara que espera que cidade continue a prosperar, com honestidade e transparência.

Leia também