Do esporte ao turismo: atletas do STU National conhecem a Mina de Visitação

Criciúma (SC)

“Agora eu conheço Criciúma de verdade”, assim definiu Luiz Francisco Mariano, atleta do STU National, que acontece em Criciúma até a próxima semana. Luizinho, como é conhecido no esporte, é um dos destaques da modalidade, com bons resultados nas Olimpíadas e promessa na competição. Ele, acompanhado de outros atletas do STU, visitaram a Mina de Visitação Octávio Fontana, a convite do prefeito Clésio Salvaro. “Os atletas estão habituados com a pista de skate e já conhecem a nossa Criciúma Skate Park, tão bem conceituada no país. Mas para conhecer Criciúma de verdade é preciso ir além. Por isso fizemos esse passeio em um local único, que conta a história da nossa cidade”, ressaltou o prefeito.

Durante o passeio, acompanhados do prefeito, além do diretor de Turismo, Ismail Ahmad Ismail, e do presidente da Fundação Municipal de Esportes (FME), Neto Uggioni, os atletas conheceram um pouco da história da cidade, que cresceu a partir do carvão mineral. “Eu não fazia ideia de como era feita a exploração do carvão, e não conhecia uma mina de perto. Foi, com certeza, uma experiência única”, completou Luizinho.

Os atletas que acompanharam o passeio vão participar da modalidade Street, com eliminatórias que seguem dessa sexta-feira (14) até domingo (16). Na próxima semana, outros atletas do país chegam à cidade para competir na modalidade Park. “É muito importante que os atletas nacionais conheçam nossa cidade e a história. Temos certeza que eles nunca esquecerão a experiência de entrar em uma mina de carvão. Foi um momento muito especial e diferenciado para todos nós”, reforçou o presidente da FME.

Da extração de carvão ao turismo

A Mina de Visitação Octávio Fontana conta a história da cidade. A Criciúma que foi erguida pelo carvão mineral e se tornou referência no segmento em todo o país já no século passado. Hoje, apesar de não ser mais a principal atividade econômica do município, a história ressurgiu, agora no turismo, com a abertura da atração, no dia 28 de outubro de 2011.

A antiga Mina São Simão encerrou suas atividades em meados dos anos 90. Após pesquisas, foi concluído que o local seria o ideal para receber a nova mina de visitação do município. Administrada em parceria com a SATC, o ponto turístico conta com profissionais qualificados por ter na instituição de ensino o curso técnico em mineração.

Única mina de carvão aberta à visitação na América Latina, hoje o ambiente se tornou o ponto de encontro para conhecer mais sobre a exploração do carvão mineral, sua história e importância regional. E os dados mostram que o local é realmente um espaço importante no turismo de Criciúma. A mina integra o inventário realizado pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), e em 2019, ficou na 19ª posição do local mais visitado pelos turistas em Santa Catarina. Um espaço que projeta, portanto, Criciúma no turismo catarinense.

Como conhecer a Mina de Visitação

A visita na mina é acompanhada por um guia, que explana a história da extração do carvão e curiosidades sobre a mina. O passeio tem 300 metros, pode ser realizado a pé, ou em uma mini locomotiva, modelo réplica de 1922, com capacidade para dez passageiros por viagem. O ponto turístico fica localizado na rua Quintino Dal Pont, no bairro Arquimedes Naspolini.

O horário de atendimento é das 14h até às 17h30 na terça-feira. De quarta a domingo, das 9h às 11h30 e das 13h até 17h30. Agendamento do horário de visita é por meio do telefone (48) 3445-8734.

Leia também