Nova Veneza: Secretaria de Assistência Social promove oficina de bordados

Nova Veneza (SC)

O bordado, muitas vezes representado em filmes e novelas de época, com mulheres bordadeiras que produziam inúmeras peças à espera do marido, em um contexto por vezes considerado machista, agora retorna ao cenário como uma oportunidade de renda para homens e mulheres empreendedores. E pensando nesta atividade como fonte de economia criativa, a Secretaria de Assistência Social de Nova Veneza, realiza na próxima terça-feira (15), a partir das 13 horas, uma oficina de bordados para os beneficiários dos programas sociais do município.

A proprietária do Jurema Bordados, Fernanda Pacheco Sabino, vai ministrar a oficina. “Já foi o tempo de que bordar era considerada uma atividade antiga. O artesanato vem nos últimos tempos aparecendo como uma fonte de economia para homens e mulheres”, comenta. 

Este projeto está sendo realizado em outros municípios turísticos da região como Araranguá, Criciúma, Laguna e Praia Grande. “E trazendo para a realidade de Nova Veneza, que é uma cidade turística, as pessoas que participarem da oficina podem produzir os bordados com símbolos da cidade para venderem como lembranças aos visitantes”, completou.

A Secretária de Assistência Social, Janaína Policarpi, comenta que praticamente todas as vagas já foram preenchidas. “É uma atividade que está muito em alta e estamos muito felizes em ter esta oficina aqui em Nova Veneza. É uma forma de mostrarmos que existem inúmeras maneiras de fazer arte e ainda ser uma fonte de renda para as famílias”, comenta. 

Projeto selecionado pelo Edital Aldir Blanc 2021 – executado com recursos do Governo Federal e Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, por meio da Fundação Catarinense da Cultura. As inscrições estão sendo feitas pelo Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e as vagas são limitadas.

Leia também