Projeto da Abadeus capacita empreendedores e impulsiona negócios na região

Criciúma (SC)

O projeto Jornada Comunidades Empreendedoras e Inovadoras, desenvolvido pela Associação Beneficente Abadeus de Criciúma, está proporcionando uma série de experiências aos participantes nas áreas de finanças, marketing e vendas. O objetivo é fomentar a integração do ecossistema de inovação na região e impulsionar o empreendedorismo local.

No último encontro, idealizado pelo projeto, os empreendedores, por exemplo, tiveram uma capacitação em finanças com o administrador, programador, facilitador e consultor de marketing, Vaime Alves Machado Junior. A iniciativa aconteceu na terça-feira (7) no Centro de Inovação Social da Abadeus (Cisa), pioneiro em Santa Catarina.

“Falamos como fazer um planejamento financeiro, o que é fluxo de caixa e por que é preciso se atentar a ele, como precificar produtos ou serviços, como definir fontes de crédito para o negócio, além de dicas importantes e ferramentas para facilitar o dia a dia”, contou Vaime. 

A atividade integrou uma série de ações promovidas pelo projeto, que busca desenvolver os 15 negócios selecionados, por meio de capacitações, workshops, consultorias individuais e rodada de negócios.

Formação

O programa está em ação desde fevereiro deste ano, com encontros todas as terças-feiras, das 18h30 às 22h. A previsão de conclusão é para novembro. “Dentro dessa jornada, os negócios têm acesso a capacitações sobre autodesenvolvimento do empreendedor, finanças, marketing e vendas, além de consultorias individuais com especialistas e atividades que os aproximam de lideranças empresariais e do ecossistema de empreendedorismo e inovação local”, revela o gestor de inovação da Abadeus, Maicon Jung Canever.

O foco do projeto é criar e desenvolver a cultura de empreendedorismo e inovação dentro das comunidades atendidas pela Abadeus, gerando impacto social e empoderamento dos cidadãos e promovendo também a transformação social, além de impulsionar a integração do ecossistema de inovação e empreendedorismo local.

“Estamos recebendo todo o suporte da Abadeus na área de administração, gestão e finanças para que possamos moldar a nossa empresa e colocá-la de volta nos eixos, com a questão de vendas, marketing, estoque e fluxo de caixa. O programa, além dessa orientação e cursos, está funcionando como um canal com a comunidade e empresas locais para que possamos crescer juntos”, destacou o empreendedor na área de pescado, Wagner Ortolan. 

O próximo passo do seu negócio é conquistar o selo do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi). “Estamos terminando algumas reformas e documentações para que a gente consiga esse selo e possa colocar o nosso produto no Brasil todo. Isso seria um salto gigante, a única agroindústria de pescado de água salgada da região da Amrec”, comentou Ortolan. 

Apoio da Fapesc

A Jornada Comunidades Empreendedoras e Inovadoras foi um dos 20 projetos contemplados no estado em 2021 pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc). A iniciativa recebeu recurso de R$ 99.730,00 após aprovação no edital de fomento às ações de ativação dos ecossistemas regionais de Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI) e de desenvolvimento à cultura de empreendedorismo e inovação nas diversas regiões de Santa Catarina.

“O Sebrae Santa Catarina, através da regional Sul, também é parceiro do projeto e está dando apoio, disponibilizando consultores especializados para o atendimento individual dos negócios participantes do programa”, destacou Maicon.

Leia também