Cepon é referência na radioterapia de crianças com câncer, na Grande Florianópolis

Florianópolis (SC)

Referência no tratamento de pacientes adultos com câncer em Santa Catarina, o Centro de Pesquisas Oncológicas (CEPON) também é responsável por receber crianças para tratamento de radioterapia. O hospital recebe crianças de 0 a 5 anos que precisam de sedação para fazer o tratamento. Por ano, cerca de 20 crianças realizam o tratamento radioterápico no hospital. O assunto ganha destaque com o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil, celebrado neste dia 23 de novembro.

“Apesar de sermos um hospital que atende majoritariamente adultos, também temos um olhar para as crianças. Somos referência para os pequenos pacientes que precisam de sedação para fazer o tratamento. A equipe sempre recebe a eles e às famílias com muito acolhimento”, afirma o Diretor Geral do CEPON, Dr. Marcelo Zanchet.

Continua após o anúncio
BANNER PORTAL MAIS SUL (1)
IPTUCRI-Mais Sul - 795x205
P1_B2
Banner 795x205 - Portal Mais Sul - Coopercocal - Fev24
COOPERALIANÇA-CAMPANHA-CHATBOT-BANNER-SITE- (3) - 795x205
IPTU ICARA 2024 - Alterando
Fim do anúncio

A Gerente Técnica do CEPON, Dra. Mary Anne Taves, explica que o CEPON é um dos hospitais do SUS que oferece assistência para esse tratamento: “As crianças recebem o tratamento de Radioterapia aqui no CEPON. No entanto, se precisarem de internação ou outros procedimentos, elas são encaminhadas de volta ao Hospital Joana de Gusmão, onde têm acesso à assistência e internação.”

De acordo com o Chefe do Serviço de Radioterapia do CEPON, Dr. Paulo Rodrigues, as crianças são encaminhadas pelo Sistema de Regulação (SISREG), da Secretaria de Saúde, e recebidas pela equipe multidisciplinar do hospital antes de iniciar o tratamento. “Cada criança passa por uma análise personalizada realizada pela equipe multidisciplinar, incluindo um médico radio-oncologista, enfermeiros, dosimetristas, físicos e anestesiologistas. É realizado um estudo detalhado para determinar a dose de radiação e, se necessário, o tratamento é realizado com sedação, contando com a equipe de anestesiologia”, explica.

Após a conclusão do protocolo personalizado de radioterapia, as crianças passam por avaliações e, se apresentarem boa recuperação, são liberadas para retornar às suas casas. O CEPON busca oferecer um tratamento de qualidade e cuidadoso, visando o bem-estar e a recuperação plena das crianças que passam por esse processo.

Números do câncer infantil

O câncer infantil corresponde de 1% a 4% dos casos de câncer em geral. No Brasil, a estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA) é que ocorram cerca de 7.930 novos casos de câncer em crianças e jovens de 0 a 19 anos no triênio entre 2023 e 2025, sendo que aproximadamente 310 casos estimados somente em Florianópolis.

Colaboração: Michelle Valle.


Quer ficar bem informado? Clique aqui e participe do nosso grupo do WhatsApp.


 

Leia também