Siderópolis: Projeto Serra Mar começa a sair do papel

Siderópolis (SC)

O Departamento de Turismo de Siderópolis está em tratativa com diversos municípios do Sul do Estado para implantar um evento esportivo que tem como objetivo integrar oito municípios da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) e da  Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (Amesc). O circuito deve envolver 3 mil atletas e movimentar o setor hoteleiro, promovendo uma ocupação de até 8 mil leitos dos serviços de hospedagem nas duas regiões.

O projeto, batizado de Serra Mar, tem como proposta integrar corrida e ciclismo em três etapas: corrida, pedal e uma terceira com as duas modalidades integradas. As etapas serão divididas em três momentos distintos ao longo do ano. O vencedor será o que somar o menor tempo de prova em cada categoria.

A prova terá aproximadamente 90 quilômetros e também ofertará categorias com menor extensão: 42km, 21km, 10km e 5km para ambas as modalidades, com vários pontos de largada no decorrer do trecho.

Atualmente, o responsável pelo Departamento de Cultura e Turismo, Thiago Freitas, está em fase de visitação dos municípios, para aperfeiçoar o projeto e estabelecer parceria com os municípios envolvidos. “Nosso objetivo é promover ações que possam movimentar os municípios e impulsionar a economia. É um projeto que tem tudo para dar certo e deve ser colocado em prática assim que a pandemia permitir”, pontuou. As visitas também tem contato com a participação da diretora de turismo, Ana Paula Sarnowski.

O evento integrará os municípios: Arroio do Silva, Araranguá, Balneário Rincão, Maracajá, Forquilhinha, Nova Veneza, Treviso e Siderópolis. 

Com informações de Daiana Carvalho e foto de Arquivo/Prefeitura de Siderópolis.

Leia também