Programação reforça combate à violência e a exploração sexual infantil em Forquilhinha

Forquilhinha (SC)

Prevenir e combater a violência e a exploração infantil com informações e orientações faz parte da programação neste mês de maio, em Forquilhinha. A Secretaria de Assistência Social, por meio do Centro Especializado de Assistência Social (CREAS) e do Conselho Tutelar trabalham na prevenção de todas as formas de abuso e exploração sexual infantil nos 5º anos das escolas municipais, levando informação e orientações adequadas à esta faixa etária.

Alusiva ao 18 de Maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes a ação tem como objetivo de sensibilizar e mobilizar a sociedade para o enfrentamento dessa problemática, representantes de organizações governamentais e não-governamentais propuseram a criação de um Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, instituído em 2000, pela Lei Federal nº 9970/00.

“O assunto é delicado, envolve o social, as emoções e as relações familiares. Muitas vezes esses crimes ocorrem no seio familiar, então esses agentes não podem abordar o assunto de qualquer jeito. É primordial participarmos e termos esse tipo de ação até mesmo para dar visibilidade ao serviço oferecido na questão do enfrentamento. É importante debater todo e qualquer tipo de abuso, mas, acima de tudo, precisamos prevenir”, afirma o secretário de Assistência Social, Ramon Serafim.

18 de maio – O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído em 1998. A data faz referência ao dia da morte da menina Araceli Cabrera Sanches. Com apenas oito anos de idade, ela foi sequestrada em 18 de maio de 1973, drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. A mobilização de entidades públicas e privadas resultou na criação desse dia de luta pelo fim da exploração sexual de crianças e adolescentes.

Disque Denúncia

Em caso de suspeita, ligue 100 ou para o Conselho Tutelar pelos telefones (48) 3463-1671 ou 99108-1558.

Com informações e foto de Cris Freitas/Prefeitura de Forquilhinha.

Leia também